Meu último dia de Vida

Hoje é o meu último dia de vida. Acordei mais cedo e fui até o escritório para encontrar uma foto de quando eu tinha 5 anos. Era de manhã, a casa dos meus pai não tinha muros e eu me lembro de quando o rapaz que tirava fotos sobre o cavalinho chegou. Olhando para a foto, tentei lembrar-me de como era minha voz naquela época, o que eu pensava e como eu imaginava que seria aos 25 anos. Vi a sombra do meu pai no chão, e me senti grato por esta foto, por esta lembrança hoje.

Fui até a cozinha e preparei o café: panquecas, servidas com queijo branco e requeijão. Odiava desse jeito, a Vanessa era quem gostava, mas hoje era diferente. Calmamente posicionei tudo sobre uma bandeja, as panquecas, o café com leite, um pedaço de mamão e uma folha de caderno com a letra da música que cantei para ela no dia do nosso casamento. Ela acordou e eu pude ver o paraíso, seu sorriso. Meu coração acelerou, mas eu não poderia chorar, afinal de contas ela não sabia de nada. Me mantive firme e servi o café. Quando ela viu a letra e olhou pra mim ficou ainda mais difícil, então eu disse que a amava e com o coração ardendo, a única coisa que pôde sair da minha boca foi um pedido de perdão por alguns motivos que nem eu mesmo sabia bem quais eram. Eu pedi perdão por nunca ter trocado os sifões das pias do nosso apto – mesmo depois de 1 ano com ela reclamando sobre os vazamentos. Pedi perdão por, mesmo com incansáveis pedidos, nunca ter sentado ao computador com ela e ensinado-a a configurar o Itunes para que ela pudesse carregar músicas novas em seu Ipod. Ela dizia, em meio a uma meiguice que eu nunca havia visto, para eu não me preocupar, pois eu poderia fazer tudo aquilo depois. Eu não poderia. Tantas foram as brigas sem motivos, tantas foram as brigas com motivos, mas todas foram brigas desnecessárias. Eu daria meu braço direito para voltar no tempo.

Após o café, eu disse a ela que iria visitar meus pais. Eu sabia que isso seria dificil, mas inevitável. Ao entrar pela porta da casa deles e ver meu pai deitado no sofá tocando cavaquinho e minha mãe no sofá do canto, desabei. Perplexos, eles me perguntavam o que estava acontecendo e eu precisei inventar uma desculpa. Ao olhar para o meu pai meu coração doeu ainda mais. Eu tinha tanta responsabilidade para com ele, eu tinha responsabilidade de guiá-lo. Eu não tive tempo, eu negligênciei meu tempo. Então pedi perdão por ele ter vendido a única coisa que o dava prazer na vida, um fusca 1973, para que algumas dívidas minhas pudessem ser pagas há alguns anos atrás. Virei-me para minha mãe e pedi perdão pela minha ignorância e estupidez ao analisar os sintomas de um mal estar que ela estava sentindo, concluir que ela estava com a pressão baixa e aconselhá-la a colocar um pouco de sal embaixo da língua. Quando na verdade ela estava com a pressão altíssima e no dia seguinte sofreria um derrame. Era tudo o que conseguia dizer, o resto eram soluços. E então a parte mais difícil, algo que NUNCA havíamos dito um para o outro. Eu olhei-os nos olhos e disse “eu amo vocês”. As palavras rasgaram meu coração numa tentativa alucinada de compensar todo o tempo perdido, as lágrimas tentavam amenizar a dor, mas era impossível. As chances haviam sido perdidas, os dias haviam ficado para trás.

Saindo de lá, passei na casa do meu melhor amigo. Agradeci por nunca ter desistido de mim, por nunca ter se magoado, mesmo com todos os motivos do mundo. Houve uma época na minha adolescência em que, mesmo sem ninguém saber, eu sofria de Transtorno Obsessivo Compulsivo. Nem mesmo ele lembrava que tentou me ajudar e eu não deixei, não me abri. Então pedi perdão novamente e em meio a risadas retirei um sobretudo de uma sacola e o devolvi – 2 anos depois.

No caminho de volta parei no centro, andei até encontrar um senhor que vivia nas ruas. Levei-o no meu carro até um hotel e paguei um mês de estadia. Subi no quarto com ele e após seu banho sentamos e conversamos, perguntei quem ele era e como ele havia parado ali. Quantas vezes adiei tal atitude? Quantas vezes Deus me incomodou ao ver alguém vivendo nas ruas e eu estava ocupado demais pensando em trocar de carro? Um mês de estadia não mudaria a vida dele, mas mudaria a minha.

Dirigi até o Aeroclube de campinas e me matriculei no curso de piloto privado de avião. Eu não iria poder assistir a nenhuma aula, mas passei a vida toda fazendo o que eu não gostava e aquilo que eu achava que talvez pudesse gostar ficou sempre em segundo plano. Mas não hoje. Hoje somente as coisas importantes teriam espaço na minha vida. Com um sorriso estampado no rosto saí de lá segurando o comprovante de matrícula.

Antes de voltar para casa eu tinha mais um trabalho a fazer. Escolhi um lugar bonito, verde, com grama fofa e silêncio. Então permaneci em oração por algumas horas, agradecendo a Deus por todas as vezes que Ele não permitiu com que algo que eu queria MUITO se concretizasse, pois desta maneira eu tinha certeza de que minha vida não estava nas minhas mãos.

Ao voltar pra casa, com as poucas horas que me restavam, pensei no que eu gostaria de comer. Qual era meu prato preferido e como eu gostaria de comê-lo pela última vez. Após refletir por alguns minutos cheguei a conclusão de que isto não era importante. Lembrei de algo que alguém um dia me disse: “Fixemos os olhos não naquilo que se vê, mas naquilo que não se vê, pois aquilo que se vê é transitório, é passageiro, mas aquilo que não se vê… é eterno”. Então troquei um banquete por pizza feita em casa com mussarela e ovos cozidos – Deus como eu adorava aquilo. Sentei-me no sofá com a minha esposa, nossa cachorrinha Tula e assistimos a vários episódios de Friends. Eu estava feliz, estava satisfeito. Era um final de dia perfeito, era um final de último dia perfeito. Tudo havia sido simples como Jesus nos ensinou. E por isso eu estava feliz. Passei a vida toda procurando felicidade na complexidade do mundo, quando na verdade o auge da felicidade estava ali, na minha frente, gritando para que eu ouvisse, acenando desesperadamente para chamar a minha atenção, mas eu preferia fechar a porta.

Engraçado, no último dia sentimos o que é importante de verdade. No último dia eu não quis ir almoçar num restaurante japonês, eu não quis ir jantar no Outback, não quis ir andar de Kart, jogar Paintball, ir no cinema ou me mudar para uma casa maior. No último dia eu sentia saudades agonizantes do cachorro quente da esquina da “tia” perto da casa dos meus pais. Passear com a Tula mais uma vez seria o paraíso e ver minha esposa vestida com aquela calça de pijama que eu odiava era a cena mais linda que eu me lembrava. Eu daria meu braço direito para voltar no tempo.

Com o coração calmo e sereno adormeci. O dia terminou.

No dia seguinte, acordei meio sem saber que horas eram ou onde eu estava. Só tinha certeza de uma coisa. Aquele, seria o meu último dia de vida – de novo.


Compartilhe:

Você poderá também gostar de: O Efeito do meu último dia de vida.

About these ads

265 Respostas para “Meu último dia de Vida

  1. olha eu de aqui de novo na minha hora do almoço! rs
    ouun que lindo isso! *-* simplesmente magnifico Gabriel, umas das suas melhores postagens até agora FATO!
    Gostei muito mesmo esta de parabens (:
    a sim.. até que enfim devolveu o sobretudo heein! xD HSUAHSUAH

    • Tami, que bom te receber novamente! pode entrar e fique a vontade rsrs.

      Olha, como primeira a comentar você tem o direito de ter uma das opiniões mais importantes rs. Honestamente não pensei que tivesse ficado bom, ainda não acho, mas quando li seu comentário, pelo menos fiquei na dúvida rs.

      Muito Obrigado pela a atenção na leitura. Estes comentários fazem a diferença.

      E sim, até que enfim o sobretudo voltou pro dono hahahah.

      Gabriel.

  2. Ótimo texto. Pronto! Conquistou mais um leitor.
    Coloque um botão de compartilhar para o Twitter e/ou Facebook. Senti vontade de mostrar à todos que conheço mas senti falta desse bendito botão. #ficaadica

    • Bruno,

      Que ótimo que você gostou! Foi justamente para isso que escrevi este texto.

      Agradeço também pela dica do botão de divulgação do Facebook e Twitter. Estes botões estão localizados na Home do Blog, mas não conseguia colocar dentro do Post. Mas depois da sua dica, adivinhe, consegui!

      Muito Obrigado pelo comentário, e espero lhe ver novamente aqui!

      Abraços,
      Gabriel.

  3. Ok, meu último dia de vida eu vou ter dormindo em casa, estarei morando com meus pais! ….. Muito bom.

    • Thamy,

      Você entrou no blog, leu e comentou (e eu postei ONTEM!), incrível. Hoje realmente pode ser meu último dia de vida. #MEDO.

      Gabriel.

    • Olha Gabriel muito bom este texto estou emocionado, olha Gabriel estou escrevendo um livro sobre este tema,quero saber se vc autoriza eu colocar este texto citando a fonte te agradeco de coracao. Daniel Goulart.

  4. Estou mais uma vez sem palavras meu amigo !!!!!! Parabéns pela sensibilidade com a qual você lida com as palavras…isso se chama talento…Abraços !!!!!

    • Talento este que está presente também naqueles textos que a senhorita tira lá do fundo, de trás, fechado, preso, dentro do coração! kkkk

      Luana, queria ler um texto seu, onde eu leio? Ah verdade.. vc ainda nao criou seu blog.

      Rsrs.

      Muito Obrigado pela leitura my friend!
      Gabriel.

      • Logo logo estará on !!!!!!! Vou precisar de um help da vossa pessoa !!!!! Thanks !!!!!! lololololol

  5. Vanessa Damasceno dos Santos

    Neste momento estou sentindo uma alegria imensa no coração, pois neste texto pude enchegar além das palavras, quem o escreveu, seu coração, seus sentimentos de maneira pura, singela e sincera. Dizer que hoje você já está fazendo algo magnifico para você mesmo, se expressando de maneira plena, mais magnifico ainda é o que nós meros leitores sentimos ao ler seus textos.
    Sei que não é só mais um texto, em um “simples” blog, vc escreve com sua alma de maneira incrível e tudo que está aqui ficará eternizado!
    Parabéns!
    (Quero viver muitossssssssssssss “últimos” dias com vc)

    • Neste momento EU estou sentindo uma alegria imensa no coração de saber que este texto mexeu com você – a mulher mais importante da minha vida. Se estes sentimentos saem de dentro de mim, é porque você os plantou.

      Obrigado por existir na minha vida!

      P.S.: Que comentário MARAVILHOSO o seu meu anjo!

      Gabriel.

  6. Na boa meu filho vc tem o poder de mexer com os sentimentos das pessoas, desabei depois de ler isso!!!

    • Ô Paulinha, muito obrigado por deixar-se envolver com as palavras simples e até mesmo bobinhas do texto. Fico feliz em saber que este texto pode ter mudado, mesmo que só um pouquinho, o dia de quem o leu. Obrigado mesmo!

  7. Olá Gabriel! Concordo com tudo o que disseram antes de mim. Isso é o que acontece quando colocamos nossa alma naquilo que fazemos. E o resultado é este. Uma enxurrada de seguidores! hehe O texto, realmente, é impactante e faz a gente parar para pensar em tudo aquilo que gostaríamos de ter dito e não dissemos, feito e não fizemos. A vida é curta. Mas acho que a maioria só se dá conta disso quando está para se despedir do mundo. É triste, mas é real.
    Mais uma vez, parabéns!
    Miriam Waltrick

    • Oi Miriam,

      É verdade. Você já imaginou se REALMENTE vivessemos todos os dias como se fosse o último? A frase é meio clichê, mas acredito que seria um mundo completamente diferente.

      Quantas vezes voltaríamos atrás em nossas atitudes? Dá pra pensar o dia todo sobre isso e o assunto não deixa de ser interessante rs.

      Muito Obrigado pela sua visita, e pelo seu comentário.
      Até a proxima!
      Gabriel.

  8. Olá Gabriel!! Retribuindo a visita que você fez no Blog http://www.confessionarionaweb.com. Rapaz, que belo texto esse seu!!! Envolvente, e que nos faz pensar, refletir sobre cada atitude, que ás vezes ( ou muitas das vezes…) tomamos em relação a alguém ou situação. Gosto de textos assim!

    Rafael Vargas – Um novo frequentador do seu Blog!

    • Oi Rafael,

      Cara, que prazer te encontrar aqui!
      Muito Obrigado por retribuir a visita e se tornar um leitor destes textos mal escritos!rs

      Vamos trocando informações, de repente fazemos uma divulgação simultânea dos nossos textos!

      Muito Obrigado mais uma vez,

      Até a proxima,
      Gabriel.

  9. Que lindo texto.
    E é sempre tão bom “morrer”, por varias vezes durante a vida.
    A vida é pra quem se reinventa. :)

    • Gilvan,

      Sua frase me lembra outra frase também de muito impacto:

      “Pra que outros possam VIVER, vale a pena MORRER”.

      Que nós possamos continuar a nos reinventar dia após dia.

      Muito Obrigado pelo seu comentário e sua visita. Volte mais vezes!

      Abraços,
      Gabriel.

  10. Meu caro amigo, me emocionei ao ler o texto. Parabéns!
    Suas palavras contagiam as pessoas. Como já disseram: Um talento!

  11. Rodrigo de Araújo Temóteo

    Caro Gabriel desaparecido,

    Fiquei intrigado quando comecei a ler este texto, como pode o Gabriel morrer antes de vistar os velhos amigos de Hortolândia, afinal querendo ou não fizemos partes de sua vida, bom, pelo menos o Tibério iria ficar triste rs, já eu não você sabe que não sou sentimental rs, o dia que você for morrer de verdade mande pelo menos um email ok, velho amigo.

    Gostei do seu blog, você realmente tem talento, parabéns!

    • Rodrigo!
      Que saudades de você meu querido!

      E vem cá, desde quando o senhor mora em Hortolândia!? Pelo que sei, mora em americana, santa barbara, nova odessa, ou seria piracicaba?! Bem, sei que é uma delas…

      Muitas saudades de conversar com você MESMO! vamos combinar um dia para você conhecer nossa humilde residência?!

      Vamos manter contato!

      Muito Obrigado pelo comentário,

      Gabriel.

  12. Um certo dia um menino comum como qualquer outro, aparentemente com 12 ou 13 anos de idade, com roupas simples montado em sua bicicleta velha em um cenário onde serie e ainda é escredibilizado pela sociedade, chega na casa do seu melhor amigo e afirma: “você sabia que um dia Deus fará da sua vida, uma vida para ELE? e fará grandes coisas através dela?” o amigo sem saber direito o que estava acontecendo balançou a cabeça com um olhar confuso e misterioso, sorriu e disse: “legal” ele também aparentava ter 12 ou 13 anos de idade, e está cena se repetiu por varias vezes, o menino da bicicleta velha insistia em dizer que a vida de seu amigo seria vivida para Deus um dia, e tudo seria diferente.

    Muitos anos se passaram, acredito que seria talvez mais de “12” o menino da bicicleta velha já não tinha mais sua bicicleta velha e sim um carro velho e seu amigo sem saber já estava vivendo seus últimos dias de vida.

    Até que houve um dia muito especial, um dia de muita festa, um dia que seria o ultimo e o primeiro, um dia de sol e muita luz, esse amigo encontrou o jovem do carro velho e disse:

    “lembra quando você me dizia por muitas vezes e por muitos anos que um dia eu viveria minha vida para Deus? Eu me entreguei para ELE por esses dias!”

    Ao ouvir isso o jovem com seu coração radiante de alegria nem sabia o que dizer, simplesmente agradeceu a Deus por aquele momento, e por ele ser real.

    Enfim a noticia é que esse amigo já viveu seu ultimo dia de vida para ele mesmo há muito tempo, mas hoje sua vida é vivida para Deus. O ultimo dia de vida do Gabriel já passou, hoje ele vive seus dias de morte, junto com o jovem que depois acabou trocando de carro de novo (mais ainda é velho) rsrsrs.

    Caros leitores e seguidores desse blog essa historia é real e podem ter certeza que alem de um ótimo escritor de besteiras legais, o nosso amigo Gabriel e um Jovem de Deus. que hoje vive sua vida para ELE.

    Parabéns pelo post. ..Eu só contei um outro “ultimo dia de vida” que você já teve ..kkk

    Te amo meu amigo!

    Abraço!

    • Thiago Segantin – O meu melhor amigo.

      O melhor amigo citado no texto, aquele que contribui constantemente para que um dia eu talvez possa ser a pessoa que desejo ser. Seu comentário me emocionou, lembrar como tudo começou é fantástico. E quando você falou sobre morrer…muito bem lembrado meu querido, se é preciso morrer para que outros tenham vida, então que morramos. Então que todos vivamos nossos últimos dias de vida.

      Quero te agradecer por fazer parte destes muitos últimos dias de vida que eu venho vivendo, não somente eu, mas também minha esposa.

      VOCÊ faz a diferença na minha vida.

      Também te amo muito meu irmão.
      Gabriel.

  13. Pingback: Meu ultimo dia de Vida | Linkbão

  14. Excelente texto, simplesmente excelente! Já me senti assim algumas vezes e, sinceramente, a pior sensação do mundo é a de que você vai morrer sozinho… passei a valorizar muito mais as coisas internas e imateriais do que a matéria propriamente dita.

    • Augustus, você disse algo fantástico agora. Morrer sozinho deve ser como morrer se afogando, uma agonia terrível. É justamente o que não queremos. Muito obrigado pelo seu comentário meu querido.

  15. É a arte de escrever muito… para dizer pouco.

  16. meuu isso foi muito lindo, sem zueraaa isso me marcou por algo q eu nao sei, e me fez desperta um curiosidade, q irei em busca de resposta…

  17. meuu isso foi muito lindo, sem zueraaa isso me marcou por algo q eu nao sei, e me fez desperta um curiosidade, q irei em busca de resposta…

    • Vinicius, é você aqui! rs

      Muito obrigado pelo seu comentário. Ambos sabemos qual é a resposta para a sua busca. Encontre o que está procurando e venha me contar como está sendo.

  18. muito bom adorei, me tornei uma fã..bjossss

  19. Cara, o texto é maravilhoso! Realmente tocante. Parabéns pelo trabalho e parabéns pelo blog!

  20. Ótimo texto cara!! Parabéns!

  21. sem palavras… me emocionei e me vi neste texto… amamos pessoas e nao dedicamos tempo a elas, por q? eu nao sei explicar mas após essa leitura farei isso imediatamente! parabéns!

  22. Realmente, muito bonito o texto!
    É emocionante o quanto ele demonstra a impôrtancia de cada momento na nossa vida, coisas que as vezes nos esquecemos, e só quando nos damos conta de que a vida um dia chega ao fim, podemos olhar para trás e ver o que realmente importa.
    Esse texto demonstra a essência de se viver cada dia como se fosse o último, somente dessa forma podemos esquecer os problemas e lembrar do quanto a vida é bela.

  23. Cara que locura, e não é que vc tem razão, parabens temos que viver sempre como se fosse o ultimo dia, muita bom!!!

  24. Q lindo. Parabéns.

  25. Lindo texto! Parabéns!!

  26. Excelente!!

  27. São, palavras como as deste texto que nos faz ver, quanto de nosso tempo desperdiçamos com nada………..

  28. OMG! O que foi isso? Que sensação é essa que despertou em mim?

    Um mix de sentimentos indescritíveis.. linda experiência, belo texto, continue assim.

  29. Bah…. to sem palavras…. não me recordo de ter entrado no teu blog alguma vez…. e olha que eu bisbilhoto a internet pacas…. to boquiaberta c/esse texto… me tocou profundamente…. era disso que eu precisava pra “acordar pra vida”… amar sem limites… é disso que o mundo precisa….
    parabens pelo texto … estou maravilhada! parabens, parabens, parabens!
    abraços! melissa.

  30. Postagem incrível,
    gostei muito parabéns. =]

  31. Seu texto é fantastico.
    O modo como fala do seu braço direito me deixou emocionada.
    Parabens.
    Lerei mais vezes voce.

    • Suellen,
      Meu melhor amigo (Thiago) vem me falando sobre este seu comentário o dia todo!rs. Ele agora não me deixa em paz com o meu tal braço direito rs.
      Fico MUITO feliz em você ter sido tocada por este texto. Muito obrigado pelo seu comentário e volte sim mais vezes.

  32. Nossa que texto lindo
    Vc estar de PARABÉNS!!!

  33. Não costumo comentar em blogs, mas esse texto é LINDO

  34. ceshv.151@gmail.com

    Eu ia comentar que tinha gostado muito e que enviei pra vários amigos [citando a fonte], mas deixa pra lá.. todo mundo já comentou..

  35. cara q isso, mt bom mesmo, sem palavras, fiquei perplexo com essa publicação, espero que vc ainda possa me impressionar assim pois a partir de hj vou entrar tds os dias

    • Olá marcos! Cara, muito obrigado pelo seu comentário e pelos elogios, espero realmente lhe ver aqui novamente! Farei o possível para que os próximos textos também possam lhe ajudar de alguma forma!

  36. me motivei a mudar a rotina! viver todos os dias como se fose o ultimo. Parabéns so tenho a agradecer!

  37. Nossa .. não tem como descrever esse arrepio que esta no meu corpo .. eu simplismente to chorando cara .. tem noção???

    • Tenho cara! tenho exatamente essa noção, pois foi o que senti ao escrever este texto, e agora o que estou sentindo ao ver o seu comentário. Muito Obrigado por nos deixar saber o que você está sentindo!

  38. nossa que texto perfeito. Adorei. Parabéns, você é muito bom

  39. muito bom..incrivel! me emocionei…

  40. Realmente o texto é esplendoroso.
    Magnifco.
    Parabéns.
    Thaisa PH

  41. Texto incrível *_____*
    Me emocionei…

  42. Parabéns, muito bom texto.

  43. amigo, só nao chorei pelas palavras pq estou aqui no meu trabalho… texto lindo… pra tds lerem e refletirem !!! parabéns

  44. simplesmente fantástico!!!

  45. Um tanto quanto plausível,Mas na simplicidade do ato um belo texto um dos melhores que li nos últimos tempos parabéns…

  46. ótimo texto, super sincero, claro e comovente. Parabéns! Ganhou uma leitora nova ^^

  47. Ahh que orgulho de ser campineira! Existem bons escritores por aqui =D!
    Lindíssimo seu texto, muito bem escrito e com uma mensagem muito tocante.
    Não conhecia seu blog, mas com certeza passarei a visitá-lo sempre =).

    • Campineira!!!!!!!!
      Bom saber que temos bons leitores por aqui também!rs – se bem que só pelo nome do teu blog vc tem cara de escritora também hein!rs, daqui a pouco vou dar uma conferida nele! Muito Obrigado pela visita e comentário, espero lhe ver novamente por aqui!

  48. Parabéns pelo texto. Queria ter coragem pra falar “eu te amo” pras pessoas que eu mais amo. rsrs

  49. Como nosso cérebro nos iludi,nos engana.Quando li “Meu ultimo dia de vida” ,juro que pensei que vc iria se matar ou morrer(doença),mas lendo o texto já pude descartar a primeira hipótese,então pensei será que ele tem um câncer terminal , pq já pensamos realmente na morte e não vemos que as melhores coisas , momentos , sensações , pessoas estão ali o tempo todo , basta querermos…
    Cara vc ta de parabens,lindo texto…

  50. Sem palavras…
    Parabéns Gabriel!!!

  51. Caramba… Otimo o texto gostei de mais…
    Parabens cara vc conseguir atingir mtos corações
    com essas palavras…

  52. Maravilhoso….
    Assim deveriam ser todos os nossos dias.
    Parabéns.

  53. Olá…li sua postagem e recebi como um presente, hj é meu aniversário e posso dizer que já li muitas coisas bacanas até hj, mas, essa mensagem é além de tudo que eu ja li, é tudo o devemos fazer todos os dias, ao invés de ficar reclamando da vida e sempre querendo mais e amis…a felicidade está nas coisas simples da vida! As suas palavras tocaram meu coração e vou encaminhar para outras em que eu espero que aconteça o mesmo.

    • Cris,
      Me sinto emocionado por receber tal comentário. Receber vocês aqui neste humilde blog faz minha vida ter um sentido diferente. Muito Obrigado por ter entendi EXATAMENTE a mensagem que eu quis passar e complementado-a com o seu comentário.

      Volte.

  54. Muito bom. E simplesmente de tocar o coração.Nos faz lembrar das coisas realmente importantes da vida.Fiquei emocionado. Parabens!

  55. muito emocionante, me sinto um lixo
    por não ter aproveitado os ultimos dias de vidas passados,
    diante do meu ultimo dia não me expresso como deveria.

    muito obrigado por existir!!!

  56. Cara que texto ótimo, parabens muito, mais um leitor vocÊ ganhou^^

  57. Cara, sinceramente te odeio :T
    Eu aqui, quase chorando, leio a ultima frase -.-”

    Brinks ^-^, me emocionou de vdd véi.

  58. Uauu! No final já estava quase implorando p/ que a pessoa n fizesse aquilo, visto que ela estava compreendendo o verdadeiro sentido da vida. Assim que terminou eu me estarreci com sua visão linda do mundo, afinal, daqui nada se leva, apenas o amor verdadeiro. Como eu gostaria que todos pensassem assim, imagine que mundo lindo nós teríamos! O “ter” é um vício que aprisiona, quanto mais se tem mais se quer ter, já o “ser” é um vício que liberta.
    Sucesso p/ vc e, acima de tudo, muito paz na sua vida!

    • Carolina,
      MUUUUUUUUUITO obrigado pelo seu comentário. Sua visão é perfeita: Daqui nada se leva. Nós vivemos como se fossemos levar tudo desta vida. Libertação é a palavra que realmente devemos buscar.

      Muito Obrigado pelos elogios, volte sempre ;-)

  59. Só consegui parar de ler quando acabou. Texto envolvente, reflexivo, ou seja, ótimo!
    Você é um mestre nas palavras amigo… Muito bom mesmo!

    Tem mais um novo leitor.

    Abraços

  60. Olá Gabriel,

    Tenho um blog sobre Coaching e Qualidade de vida, e gostaria de ter sua autorização para publicar este seu texto em meu espaço. Aguardo seu contato.

    Abraços e Sucesso Sempre…

  61. Cara, parabéns por ter criado este lindo texto que sensibilizará muitas pessoas. Mexeu com meu dia, vou divulgar o link para meus amigos. Obrigado pela mensagem.

  62. Parabéns pelo post, gostei muito, publicamos no nosso blog :http://donnavalves.blogspot.com/
    espero q esteja tudo bem !
    Bjus!
    Alves&Valentim

  63. Cara, seu texto me derrubou.

    Ando meio sem ânimo ultimamente e seu texto me fez lembrar o que realmente tem valor na vida.

    Mto obrigado.

    Abs

  64. Show de bola companheiro! O contraste foi absurdo! =D

  65. Na Boa escreve um livro poe pra vender aqui na internet que eu compro!

    Se um dia eu conhecer alguem pensando em se suicidar eu vou mandar para ele!
    Sensacional

  66. Nem sei explicar como eu estava antes de ler esse texto, sabe eu estava pensando as mesmas coisas que voce cita em seu texto -todos os detalhes. Mas agora voce me fez ver uma coisa. Eu nao sou o unico a viver com esses sofrimentos todos os dias. Havia me esquecido disso. Me diz uma coisa: Esse texto é baseado em fatos reais? rsrs porque se nao for, de alguma forma eu sei que voce pensou o que eu andei pensando tambem.
    Muito Grato. Se quiser ajuda para alguma coisa, conselhos, fico feliz em ajudar para retribuir. rsr.

    Abs.

    • Jhonas,
      Todos os fatos e sentimentos expressados neste texto sao da minha vida. A maior parte deles meus medos, meus erros, as coisas que eu gostaría de consertar.

      Estamos todos no mesmo barco meu querido, só não podemos ficar sozinhos.
      Muito Obrigado pelo seu comentário, manteremos contato, você tem facebook? adicione-me!

      Até mais,

  67. Um texto excelente! Cativante do início ao fim! Linguagem maravilhosa! Um verdadeiro escritor! A escolha do título e a disposição dos fatos foi incrivelmente bem feita, levando-nos ao clímax da estória (e, porque não, história). É de encher os olhos ver tanto talento traduzido em linhas tão bem escritas. Parabéns! Apenas fico triste por não haver tanto espaço para pessoas talentosas no meio da escrita, a não ser por blogs. Enquanto tantas pessoas sem talento ou com um talento pouco cultural fazem fama e sucesso, há tantos escritores e escritoras de gaveta (ou músicos – há tantos brasileiros talentosos que perdem espaço para o besteirol e coisas do gênero). Eu também possuo um blog (sou mais da área da poesia, apesar de rabiscar umas crônicas de vez em quando) e, muitas vezes, me sinto triste por não ser reconhecido, mas vamos deixar isso de lado, o importante é que seu texto ficou perfeito! Junte mais desses, transforme num livro e o publique (e me avise! hehe) e eu comprarei! Mais uma vez, parabéns! Siceramente, me sinto orgulhoso pelo seu belo texto!

    • Felipe,

      Querido, vou copiar seu comentário, imprimir, moldurar e pendurar uma cópia no meu quarto, outra no meu escritório e outra no meu trabalho e todas as vezes que me sentir deprimido ou com baixa estima, lerei-o novamente!rs.

      Você está certíssimo, hoje no Brasil é muito dificil expressar-nos através da escrita. Acredtio que o principal problema seja: ninguém quer ler. É muito dificil encontrar leitores/escritores como você.

      Pode ter CERTEZA que já estou salvando seu blog aqui nos meus favoritos e estarei acompanhando seu trabalho.

      Não tem como te agradecer pelo comentário, mas vamos tentar: MUITO OBRIGADO.

      Manteremos contato!

  68. òtimo texto….
    e colocaria ainda as sábias palavras de Renato Russo…
    è preciso AMAR as pessoas como se não houvese amanhã… por que se vc parar pra ´pensar… na verdade não há…

  69. Nossa até chorei…muito bom, mas muito bom mesmo!meus parabéns

  70. o sentido da vida em um texto, muito bem escrito, parabéns :D
    e imaginei um curta-metragem digno de oscar nesse texto aí hahah

  71. Incrivel, adorei seu texto. me fez pensar em coisas que eu nunca tinha imagina… obrigado por ter escrito isso, foi otimo ter lido.

  72. Simplesmente lindo ! Estou encantada ! Ler isso me fez repensar mtas atitudes na minha vida, Obrigada ! Ganhou uma fã !

  73. Gente, isso é tudo que eu precisava ler hoje !!

    Lindo seu texto…
    Parabéns !!

  74. Ótimo texto, chamou minha atenção. Li, gostei, li para minha esposa e compartilhei no facebook (bendito botão…).

  75. Olá,
    Vi no FB e o titulo me chamou a atenção, então resolvi, ler fui envolvido pelo texto, no meio do caminho, fiquei até com medo, tantas descobertas, será que ele vai mudar de idéia?

    No final um alivio, uma linda reflexão.
    Muito Obrigado,
    vou compartilhar!
    Ariovaldo

  76. mto bom !!!
    refleti sobre cada frase. e me identifiquei mto. isso realmente mexeu comigo.
    parabens!

  77. Texto muito bom. Passa uma ótima lição. Foi um texto simples gramaticalmente, mas complexo no critério ‘conteúdo’. Parabéns! Passarei a frequentar o blog.

  78. mto bom!

  79. Querido, estou saindo de uma depressao profunda, e por dias pensei em suicidio, o seu texto resgatou a emoçao em mim, me fez ver a beleza das coisas simples e valoriza las. Obrigada, muito obrigada, beijos.

    • IRANI,

      Preciso lhe dizer que o seu comentário foi um dos que mais me emocionou. Saber que pude fazer parte da sua vida, desta maneira… foi INDESCRITÍVEL.

      Sou eu quem lhe agradeço querida, MUITO OBRIGADO.

  80. showwwwwwwwww,ja li muita coisa na net e em livros,revistas e jornais,mas cara vc foi fundo na alma,belo texto e assim fosse todos meus ultimos dias de vida …parabens virei seu fã

  81. Gabriel, geralmente quando me deparo com um texto grande, simplismente dezisto de ler. Neste caso foi diferente, quanto mais lí, mais quis continuar lendo. Parabéns, belíssimo texto que serve como lição de vida, principalmente pelo final feliz.

  82. Sensacional o texto! Parabéns aew.

  83. liiindoo!!! ameeii!
    Parabéns!

  84. que legal seu texto voce ensinou me uma grande lição

  85. Henrique gaurulhos

    Cara estava lendo e me vendo nesta historia incrivel , é muito loko , passo por isso todos os dias , beijo minhas filhas como se fosse o ultimo , vejo tudo em volta como se fosse acabar hoje , talvez seja depressão ou não más é muito loko , parabéns pelo post!

  86. chorei de verdade velho, muito bom.

  87. Simplesmente maravilhoso
    parabens

  88. Que lindo! Sem palavras..
    :)
    Parabéns, lindo mesmo!

  89. Que lindo, arrepiei.

  90. Uma pessoa que arranca uma lágrima minha merece respeito!
    Parabéns, lindo post =)

  91. Boa HomerOffice. Texto muito bom, diz muita coisa a respeito da correria do dia a dia.
    Pouco tempo pra coisas tão importantes. E vergonha em dizer EU TE AMO pra alguém.
    Não tenho blog, mas tentarei seguir seus próximos textos.

    Parabéns novamente,

    Alguém que você não conhece.

  92. Nossa sem explicação…até chorei!Lindo!!!

  93. Muito bonito. Acho que nao tenho palavras para expressar o quão inspirador esse texto é. Meus parabéns.

  94. Lindo, lindo, lindo!!!
    Parabéns!!!

  95. Texto lindo e emocionante! Quisera eu que todos conseguíssemos agir assim diariamente…É um texto que seria bom ler toda a manhã ao acordar.
    Parabéns, um beijo!

  96. Lindo,lindo! Desabei em lágrimas aqui. Parabéns!!

  97. Bem, de repente, lendo a resposta do teu melhor amigo, me deu uma profunda saudade de quando eu vivia pra Deus. Muito profundo esse texto, poucas pessoas nessa vida conseguem sensibilizar meu coração com palavras.
    Belo texto.
    Abraço

    • Carol,
      Seu comentário realmente me tocou agora. Essa saudade que você está sentindo, deixe-a invadir o seu ser minha querida, não resista. Volte.

      Muito Obrigado pelos seus sentimentos e comentários. :)

  98. Nossa… que tenso ler isso.. tenho essas paradas com meus pais… tem o lanche da tia aqui tbm…e tenho amigos q eu trato muito mal.. HUUHAHUAHU, parabens, primero texto que eu leio hoje.. foi o seu, n perdi meu tempo ahhaha, até mais
    abraços

  99. Pingback: Uma mensagem para todos « Life Coaching

  100. Nossa, chorei horrores.
    Pensei q fosse de verdade, uma despedida!
    Mas ao ler os comentários, vi q não era real e fiquei mt contente de saber q existe alguem com o poder de tocar nossos sentimentos, sejam eles quais forem!
    Vc é otimo!!
    Incrivel!! Bjão

  101. Nesta desenvoltura, observo que com poucas palavras é possivel descrever um sentimento de anos… Parabéns!

  102. Como é “real” o que escreveu. Assim como muitos por aqui, também chorei com o texto. Creio que você se permitiu ser usado por Deus ao redigi-lo.
    É a primeira vez que visito seu blog e já fiquei fã. Encontrei o texto em um tópico de uma comunidade de Depressão que tem no orkut (muitas pessoas refletiram por lá também).
    Deus abençoe você e sua família.

    • Oi Patrícia,
      Foi exatamente o que me senti, usado por Deus para expressar essas palavras e talvez de alguma maneira poder ajudar alguém num momento de aflição.

      Nossa, então o texto foi parar no Orkut?!rs que legal!
      Muito Obrigado pelo carinho!

  103. Muito Obrigado,de coração nesse texto tão simples mais tão elucidador para nossos dias corridos voce me fez um bem danado, Parabéns Gabriel!

  104. Pingback: O efeito do ‘Meu último dia de vida’ |

  105. Oi, Gabriel! Sou Lindsey e adorei seu texto! Comecei agora com um blog, sou novata nessa história de posts, mas acho que tudo o que a gente escreve está, mesmo que levemente, baseado no que a gente vive, no que a gente sente e, pelos comentários, parece que isso é verdade… Não quero ser indiscreta, mas estou certa? Baseou-se na sua vida para escrever esse texto? Pode se perguntar se isso faz diferença… Para mim, faz! E se eu estiver certa, espero que muitas pessoas possam vivem como você: da maneira mais humeilda e sincera possível, pois no mundo falta isso, falta amor, falta o verdadeiro motivo para se viver… Para um comentário, acho que falei de mais… rsrs Então, meus parabéns! Continue assim! E espero que possa me dar uma força e umas dicas!!! ;]
    Beijo!

    • Oi Lindsey!, desculpa, preciso dizer, seu nome é muito bacana!rs, gostei!

      Você está certa. Quando escrevemos o que vivemos nossos textos ficam MUITO mais profundos. Eu falar de coisas que sinto é muito mais contagiante do que falar de coisas que nunca senti.

      E não está sendo indiscreta, o texto foi baseado na minha vida, nos meus medos, nos meus sentimentos e também nos meus ERROS. E isto fez a diferença no que as pessoas sentiram ao ler, tenho certeza.

      E não falou DEMAIS no seu comentário, quanto mais comentários compartilharmos, mais podemos ajudar outras pessoas com nosso testemunho.

      Bem, o que você precisar para o teu blog pode contar comigo. Se você tiver Facebook pode me adicionar. Seu Blog já está aqui nos meus favoritos ;)

  106. Pingback: Meu último dia de Vida (via homeroffice) | Beto Bertagna a 24 quadros

  107. Ola estava passando por aki para conhescer, li seu testo e me emocionou de veradade, você sabe colocar muito bem as palavras e foi muito profundo o texto.
    Parabens espero continuar a ler seus texto .
    Abraço.

  108. Pingback: Um personagem real desta história |

  109. Vandenilza Caldonazzo

    Senhor Gabriel!

    Verdadeiro e emocionante seu texto. Tomei a liberdade do postá-lo em meu Blog, espero que não fique bravo, pois texto como e seu tem que circular pelo mundo todos para que todos leiam e reflitam sobre a vida. Se você não permitir que o texto fique postado em meu blog, me avise que eu retiro. Abraços.
    Confira como ficou.
    http://www.vandenilzacaldonazzo.blogspot.com

    • Querida Vandenilza,

      Em que mundo eu iria proibir este texto de ser divulgado?!rs

      Jamais!

      Eu que lhe agradeço por divulgar esta idéia mundo ‘afora’!

      Gostei MUITO do seu blog: http://www.vandenilzacaldonazzo.blogspot.com/
      E a maneira como editou o texto ficou perfeita! ganhei até um espacinho lá sobre a minha vida né?!rsrs

      Só tenho a agradecer,

      Muito Obrigado! e claro, VOLTE sempre! (o seu já está aqui nos meus favoritos!)

  110. hehehe… mais um analista sofredor!

    Ótimo texto!

  111. Esse texto mudou a minha vida! Lindo demais, faz a gente pensar melhor nas coisas! *-*

  112. impressionante!! vejo nesse texto uma pessoa com fome e sede de Deus,uma alma que chama por Deus, porque esse texto é uma declaraçao de um amor Agape(puro) a Deus, a vanessa a tula, aos seus pais e ao melhor amigo, ou seja amor a vida E A VIDA PROVEM DE DEUS para ser aproveitada da melhor maneira possivel.

    deixo pra vc uma fraze da madre Teresa de Calcuta:
    ” EU NUNCA MAIS VOLTAREI A PASSAR POR ESSE CAMINHO, POR TANTO TODO BEM QUE EU PUDER FAZER E TODO AMOR QUE EU PUDER DAR, QUE EU NAO NEGLIGENCIE, PORQUE EU NUNCA MAIS VOLTAREI A PASSAR POR ESSE CAMINHO.

    PARABÊNS!!

    • Nado,

      Mais uma vez suas sábias palavras me impressionam!

      Eu ainda não havia pensado da maneira com que você colocou os fatos, e fiquei muito feliz em saber que esta imagem de amor também foi passada com o texto.

      A frase da madre Teresa de calcultá foi INCRÍVEL! Muito INSPIRADORA!

      Muito Obrigado pelo comentário mais uma vez meu querido!
      Forte abraço,

  113. Iracilda Damasceno

    Gabriel, adorei o texto, viver cada dia como se fosse o ultimo e valorizar as pessoas que nos amam e pequenos ” grandes” tem quer ter amor a vida e saber agradecer a Deus. Parabens .

    • Oi Tia! tudo bem?

      Primeiramente preciso dizer que é uma HONRA recebe-la neste humilde blog. Quando vi o comentário da senhora fiquei MUITO feliz.

      Saber que o texto lhe agradou foi MELHOR ainda!rs. Muito Obrigado pelas palavras de carinho.

      Dê um abraço no Wagner e na Gabi por mim ;)
      Bjs,

  114. Até mesmo o texto tem a simplicidade e a humildade q o coração do ser humano deve ter!
    Realmente como vc cita, são as coisas simples q deixam marcas, as q a gente não pode ver, q são eternas…
    Adorei o texto, e já está compartilhado pra mais tantos e tantos leitores entenderem qual é o rumo q Deus nos dá na nossa vida! É simplesmente vivê-la!

    Gde abraço!

  115. Cara que fera…
    gostei.
    Parabéns.

  116. Pingback: Descanse em paz, Homer Office. | Gabriel-Santos.com

  117. Eu chorei !

  118. Simplesmente magnífico, eu não teria palavras para comentar de forma justa tal maravilha.

    Se todos nós parássemos para olhar o que realmente queremos da vida, tudo poderia ser diferente.

    Também tenho um texto que muitas pessoas gostaram de ler (quase nada comparado ao seu), não sou um exímio escritor. Mas apesar de ter apenas 16 anos, gosto muito de escrever.

    Se quiser ler meu texto: http://lucastagliani.wordpress.com/2011/01/25/the-life-it-has-to-be/

    Você conseguiu me proporcionar mudanças em alguns dos meus pensamentos.

    Achei o link do seu texto no twitter de uma pessoa que não conheço.

    Atenciosamente,
    lucas.tagliani@hotmail.com. / @lucastagliani
    Obrigado!

    • Oi Lucas,

      Eu acabei de voltar do seu blog, estive lendo seu texto. Bem, como você verá no comentário que deixei: estou impressionado. Você tem MUITO talento.

      Muito Obrigado por ter expressado seus sentimentos ao ler meu texto também, fico grato por ter de alguma maneira lhe ajudado.

      Muito obrigado e espero lhe ver por aqui novamente…

      Grande abraço,
      Gabriel.

  119. Ontem, hoje e toda hora tenho vontade de fazer literalmente meu último dia de vida…É tão difícil certas coisas…

  120. Pingback: Prazeres proibidos que podem me fazer perder a Habilitação de Homem | Gabriel-Santos.com

  121. Cara, li todos os comentarios!!! to perplexo!! voce se reinventa parabens!!!
    voce é um irmao pra mim, alem de um grande amigo, mesmo sem nos conhecer direito!!!

    mas o que vale é o que fica no nosso coracao!!!

    • Cara, fiquei emocionado com seu comentário…

      Não acredito que você leu todos os comentários…

      Querido, NEM minha esposa fez isso! Você também é como um irmão pra mim!

      Só posso te agradecer, muito obrigado mesmo :)

  122. Cara ,te juro que já li esse texto umas 4 vezes , sinceramente , muito massa, sou seu fãn viu

  123. Cara, já li umas 5 vezes e toda vez que abro o link leio de novo , muito massa viu, sou seu fãn

  124. Lindo texto, parabéns!

  125. Pingback: Melhores Posts e Comentaristas de 2011 | Gabriel-Santos.com

  126. Parabéns… Encontrei sei site e lendo os comentarios cheguei a essa materia que com certeza vai fazer a diferença na minha vida. Parabéns cara!!

  127. Era seu ultimo dia de ferias né….fala serio….da uma deprê…eu to ligado ……rsrsss
    Cara você esta escrevendo super bem, seus posts estão de Parabéns….já li vários!!!….vou tentar comentar mais!!
    Mas a pergunta que não quer calar é: Por que só o Homer é colorido?!
    Abraço……

    • Afonso!!!!!!
      Cara, assim que vi seu nome e sobrenome sabia que era você! – sou ótimo pra decorar sobrenome heheh. E sendo assim, fiquei feliz pra caramba de ver você aqui. Pessoas com as quais eu cresci, muito legal!

      Heheh, eu só posso te agradecer pelos elogios meu querido, não sabia que você ‘sabia’ que esse blog existia!!! acho que pelo fato de nunca ter comentado, tal. Então eu te encorajo a comentar bastante agora! haha.

      Sobre o Homer….

      Eu sabia! que um dia alguém perguntaria! e você meu caro afonso, foi o primeiro!!! rs.

      Seguinte, antigamente este blog se chamava “Trabalhando de Homer Office”. Transformando uma longa história numa curta história: era um período em que eu só trabalhava de casa, aí um trocadilho, ao invéz de dizer HOME OFFICE, dizíamos HOMER OFFICE, ou seja, fico em casa sem fazer nada quase rs. E na época, há anos atrás, não havia muito a ser feito mesmo no trabalho então sobrou tempo pra criar o tal do blog, chamado: Trabalhando de HOMER OFFICE!

      Aí, a vida mudou, o meu trabalho mudou, eu mudei, e mudei completamente o nome e o design do blog, a única lembrança que sobrou foi o HOMER amarelinho. Uma recordação de onde tudo começou! hehe.

      Ufa, terminei…

      Forte abraço meu querido! até mais! ;)

  128. Gostei muito do seu POST, parabéns.

  129. Muito bonito! Parabéns! Gera um suspense mas tem final feliz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s